Voltar 

Os ovos


A tradição em oferecer ovos no Domingo de Páscoa, como símbolo da ressurreição, é outra das tradições desta época e vem da China. Há alguns séculos atrás, os orientais embrulhavam pacientemente os ovos naturais com cascas de cebola e cozinhavam-nos com beterraba, criando bonitos desenhos mosqueados nas cascas. Os ovos eram dados de presente na festa da Primavera. O costume chegou até ao Egipto. Depois da morte de Jesus Cristo, os cristãos consagraram esse hábito e no século XVIII a Igreja adoptou-o oficialmente. Desde então, as pessoas trocam ovos enfeitados no Domingo após a semana santa. Progressivamente os ovos naturais têm vindo a ser substituídos por ovos de chocolate. Talvez porque a Igreja proibisse durante a Quaresma a alimentação com ovos, carne e derivados, mas mais provavelmente por causa do desenvolvimento da indústria de chocolate.

 

  Voltar